top of page
Image by Zach Lucero
logo-final-oficial-2.png

Blog das lojas

logo-canguru_edited.png

Nutrição Infantil: Explorando a Introdução Alimentar para um Desenvolvimento Saudável

Atualizado: 1 de set. de 2023

A nutrição infantil é um aspecto fundamental para o desenvolvimento saudável das crianças. Desde o nascimento até os 2 anos de idade, o alimento principal para os bebês é o leite materno, proporcionando todos os nutrientes necessários para um crescimento adequado. No entanto, após os primeiros seis meses de vida, a introdução alimentar desempenha um papel crucial na construção de hábitos alimentares saudáveis. Neste blog post, vamos explorar a jornada da introdução alimentar, desde a escolha dos alimentos até os cuidados necessários para uma experiência positiva e nutritiva.



O Início da Jornada: Introdução Alimentar


A partir dos seis meses de idade, os bebês começam a explorar um novo mundo de sabores, texturas e cores além do leite materno. A introdução alimentar é um período emocionante de descobertas, enquanto os pequenos exploradores experimentam diferentes alimentos e desenvolvem preferências gustativas. É nesse estágio que os pais e cuidadores desempenham um papel crucial na construção de hábitos alimentares saudáveis.


Como Oferecer os Alimentos


De acordo com Elisa Maria de Aquino Lacerda, especialista em Nutrição Materno-infantil, entre os 6 e 7 meses de idade, os bebês podem receber uma refeição salgada e duas refeições contendo frutas. No almoço ou no jantar, é recomendado oferecer alimentos de diferentes grupos, como carnes, leguminosas, legumes, verduras, cereais, raízes e tubérculos. Oferecer um alimento de cada grupo ajuda a garantir uma dieta equilibrada.


É indicado colocar até dois tipos de legumes e verduras, sendo um colorido e outro folhoso. A diversidade de cores e texturas estimula a curiosidade da criança e promove o desenvolvimento sensorial. As frutas podem ser oferecidas amassadas ou em pedaços grandes, permitindo que a criança explore diferentes formas de comer.


Evitando Alimentos Não Indicados


Durante a introdução alimentar, existem certos alimentos que devem ser evitados. Elisa Maria de Aquino Lacerda destaca cinco grupos: alimentos ultraprocessados, açúcar, mel, suco de frutas e alimentos que podem ocasionar engasgo e sufocamento. Alimentos ultraprocessados, ricos em sal, açúcar, gorduras e conservantes, devem ser evitados em qualquer fase da vida devido a suas associações com doenças crônicas.


Açúcar e mel também devem ser evitados nos primeiros anos de vida. O açúcar pode estimular preferências por sabores doces em excesso, enquanto o mel possui riscos de contaminação e não é adequado para bebês. Suco de frutas deve ser consumido com moderação, devido ao menor teor de fibra em comparação com a fruta inteira. Além disso, existem alimentos que podem representar riscos de engasgo, como frutas arredondadas, oleaginosas inteiras e pipoca.


Dicas para uma Introdução Alimentar Bem-sucedida


Variedade e Cores: Ofereça alimentos de diferentes cores e texturas para estimular a curiosidade e o desenvolvimento sensorial da criança.


Respeite os Sinais de Saciedade: Esteja atento aos sinais de que a criança está satisfeita, como empurrar o prato ou virar o rosto. Forçar a criança a comer mais do que ela deseja pode ser prejudicial.


Persistência: Continue oferecendo alimentos mesmo que eles tenham sido recusados anteriormente. A aceitação pode variar de tentativa para tentativa.


Evite Misturas Excessivas: Ofereça alimentos separadamente no prato para permitir que a criança conheça sabores e texturas individuais.


Foco em Alimentos Frescos: Priorize alimentos frescos, obtidos diretamente da natureza, para construir uma base saudável.


Conclusão


A introdução alimentar é uma fase emocionante e vital na vida das crianças, onde elas começam a explorar o mundo dos sabores e a construir hábitos alimentares saudáveis. Ao escolher alimentos variados, coloridos e frescos, respeitando os sinais de saciedade da criança e evitando alimentos não indicados, os pais e cuidadores podem contribuir para o desenvolvimento saudável e a formação de hábitos alimentares positivos. A jornada da nutrição infantil começa nos primeiros meses de vida e molda o futuro das crianças, preparando-as para uma vida repleta de escolhas saudáveis e equilibradas.


Fonte:Gov.br

Commentaires


Espaço do bebê

Quero organizar o meu 

 chá de bebê na Olá Mamãe!

Produzido por Lojas Olá Mamãe | contato@olamamae.com.br | Rio Grande do Sul - Brasil

Todos os Direitos Reservados

bottom of page