top of page
Image by Zach Lucero
logo-final-oficial-2.png

Blog das lojas

logo-canguru_edited.png

Força e Resiliência: Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

No dia 25 de julho, celebramos o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, uma data de extrema importância para reconhecer e valorizar a contribuição das mulheres negras para a sociedade. Neste artigo, queremos destacar a força, a resiliência e as lutas diárias enfrentadas por essas mulheres, especialmente as mamães, que desempenham um papel fundamental na criação e no desenvolvimento de suas famílias.


Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil


O Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha foi instituído como uma data de celebração e reconhecimento das contribuições das mulheres negras na América Latina e no Caribe. Criado em 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, realizado em Santo Domingo, República Dominicana, o dia 25 de julho foi escolhido como uma forma de destacar a luta histórica das mulheres negras por igualdade, justiça e empoderamento.


Essa iniciativa tem como objetivo promover a visibilidade das mulheres negras, suas conquistas, desafios e resiliência, fortalecendo a união e a solidariedade entre elas e inspirando ações de transformação social em prol da igualdade racial e de gênero.


A força das Mamães Negras


As mamães negras são exemplos de força e determinação. Elas enfrentam desafios únicos na sociedade, lutando contra o racismo, o sexismo e a desigualdade social. No entanto, elas continuam a se superar e a se destacar como mães amorosas, provedoras e defensoras de seus filhos. Essas mulheres criam um ambiente de amor, respeito e empoderamento em suas famílias, transmitindo valores de auto aceitação, cultura e orgulho de suas raízes.


As lutas diárias das mulheres na sociedade


Além do papel de mãe, as mulheres enfrentam uma série de desafios e lutas diárias na sociedade. A discriminação racial e de gênero ainda persiste, limitando o acesso a oportunidades iguais de trabalho, educação e saúde. As mulheres negras, em particular, são confrontadas com a interseção dessas formas de discriminação, o que resulta em desvantagens adicionais e obstáculos a superar. Elas são frequentemente sub-representadas em posições de liderança e enfrentam disparidades salariais significativas.


No entanto, as mulheres negras continuam a lutar incansavelmente por seus direitos e por uma sociedade mais justa e igualitária. Elas são as vozes que se levantam contra a injustiça e trabalham para promover a inclusão e a diversidade. Através de sua resiliência e determinação, elas inspiram e abrem caminho para as gerações futuras.


Como sociedade, devemos nos comprometer a combater o racismo e o sexismo, promovendo a igualdade de oportunidades para todas as mulheres. Devemos valorizar e respeitar a diversidade e a contribuição das mulheres negras em todos os aspectos da vida social, cultural e política.



Comentários


Espaço do bebê

Quero organizar o meu 

 chá de bebê na Olá Mamãe!

Produzido por Lojas Olá Mamãe | contato@olamamae.com.br | Rio Grande do Sul - Brasil

Todos os Direitos Reservados

bottom of page